segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Cada Um Com a Sua Bunda.

-



Uma vida para cada um, somente uma.
Por mais que devemos lidar com elas, sou totalmente contra imposições de qualquer tipo por isso não obrigo ninguém a se aproximar ou manter-se próximo de mim. Quero perto somente aqueles que desejam estar perto e que a companhia lhe agrade e me agrade também, é claro. Não obrigo que gostem disso, nem que me amem como eu sou, assim como não quero ser obrigado a gostar de qualquer um, posso não gostar de ninguém hoje e amanha acordar e amar até o carteiro. Esse sou eu. Eu!

O problema está nas pessoas que acham que devem me dizer o que fazer, o que dizer, quais atitudes tomar e qual caminho a seguir.
Sou como um rio que segue seu trajeto já preestabelecido e poucas pessoas podem represá-lo, poucas.
Meus problemas são meus problemas, se você pode e quer me ajudar espere eu pedir a sua ajuda, não queira ser salvador de quem não quer ser salvo, afinal capas e espadas só ficam bem em histórias em quadrinhos e filmes de heróis. Porém quando pedir e se pedir sua ajuda e houver negativa dificilmente pedirei novamente.
Trato sim todas as pessoas como elas me tratam, é a lei da reciprocidade, é bem verdade que erro e trato mal quem me trata bem às vezes, sou humano como qualquer outro e quando isso acontecer serei humilde suficiente para pedir desculpas, mas todas minhas desculpas serão sinceras, nunca as pedirei se achar que estou certo.
Não sou o dono da verdade, no entanto defendo as minhas com unhas e dentes porque se eu não defendê-las, quem irá fazer isso por mim?

Ora, pediria para não me julgarem por ser quem sou, nem pela forma de pensar, pediria para não me acharem esnobe demais, arrogante demais, mas sei que seria em vão. Também sei que a opinião alheia é e sempre será alheia. Por isso digo que o tempo que perdem me difamando, se exaltando, ou se corroendo com o que digo e faço poderia ser melhor aproveitado, olhando para a própria BUNDA talvez...
Ainda falando sobre julgar, me sinto na liberdade de fazê-lo também e sou muito sincero, sem ironias, sem sarcasmos quando digo que: Vocês são tão arrogantes achando que tudo que faço é dirigido a vocês! Vou sobrevivendo muito bem, obrigado. Não se preocupem eu já faço isso por mim mesmo.

Bento.

-

2 comentários:

Mah.Jr disse...

Apenas sincero! por isso somos os "Super's Synceros" =D

Fabricante de sonhos disse...

haha, muito bom isso aqui.
um beijo!