quarta-feira, 23 de março de 2011

QUEM É RECÍPROCO LEVANTA A MÃO

-


Quando eu digo que é agradável agradar quero dizer que tudo deve ser recíproco.
Todo afago que recebe tem um motivo, porém toda criatura que agrada também precisa ser agradada.
Toda criatura que encanta deve uma hora ser encantada.
Todo ouvinte deve ser ouvido em algum momento.
E o sorriso deve ser merecido e espontâneo.
Isso é o capitalismo do mundo dos relacionamentos com qualquer ser, e a reciprocidade é a moeda de troca.

Sinta-se a vontade para devolver-me tudo com juros e correção, mas se forem em pequenas parcelas durante sessenta meses ou mais como um financiamento eu ficarei feliz de qualquer forma.
O importante é meu cofre também conhecido como peito estar sempre com algum fluxo de afeto.
Não quero garantias nem hipoteca, eu quero correr riscos e receber o carinho que tenho direito sem data de vencimento, pague-me quando puder, quando sentir vontade.
E no balanço final, quero ser rico por acordar de madrugada só para buscar um copo d’água para matar sua sede.


Bento.

-

11 comentários:

Loirinha ;* disse...

ótimo =D
É PERFEIto quando entrtaliegamos para alguém (seja lá qual for essa entrega) e a pessoa se entrega da mesma forma.tudo fica melhor...
capitalismo do mundo dos relacionamentos com certeza =D

http://ummundoquaseparticular.blogspot.com

Camila disse...

Rô!
Vc tem muito talento, de verdade!
Seu texto está perfeito, invista na carreira jornalística! Ficaremos felizes de ter mais um colega na profissao! rsrs

beijão, Ca

Bento Qasual disse...

Brigadão Meninas...
E Cá, no meio do ano eu começo a facul de jornalismo. Mais um né?! rsrs

Davi disse...

Que beleza de texto! tirando a água, quero ser rico também...
Muito bom teu blog! Abraços.

Lua ∞ disse...

Nem sei mais o que comentar sobre seus textos, um melhor que o outro, ou todos, bons demais.
Concordo que o ouvinte também precisa ser ouvido, muita gente não vê a necessidade disso.

Bom, mais um que eu paguei PAU! Você arrebenta, nunca pare de escrever, sério. hhaha

Bjo senhor bento!

Thiago Brito disse...

Poxa cara, seu jeito de escrever tem peculiaridades muito raras, seus textos são bons de verdade e me agrada muito um blog desse tipo, por isso ñ é muita novidade dizer te que estou te seguindo desde já, e estarei, sem dúvida, sempre por aqui...
Parabens mesmoo

passa no meu blog e vê o que acha

http://rebucomcafe.blogspot.com

abrç

Joicy Sorcière disse...

Que bacana seu texto, Bento!!! Porém, o importante é que essa reciprocidade seja natural... para assim ser mais gostosa e verdadeira. Concorda?

Vc escreve muito bem, rapaz!!!

Beijinhos JoicySorciere => Blog Umas e outras...

Luciana Santa Rita disse...

Oi Bento!

Entendo que a reciprocidade é como vc diz "moeda de troca" e acho que empréstimo renegociado a perder de vista.

Beijos.

Lu

Lillo Dogmez, o licantropo. disse...

PUTZ... MUITO BOA ESSA SUA CRÔNICA. REALMENTE A FELICIDADE CUSTA POUCO. ABRAÇOS.
DEPOIS PASSA LÁ:
http://thebigdogtales.blogspot.com/2012/01/franchini.html

Bento Qasual disse...

Olá, Joyce. Obrigado pela visita.

Acredito que não há reciprocidade "natural", sem interesse. Carinho para quem te dá carinho e etc. Mesmo no Amor, se dependesse de nós, amaríamos apenas quem nos ama também, ou não? rs

bjobjo
e volte sempre.

Bento Qasual disse...

Quanto mais parcelas melhor Lú!!!

bjobjo