quarta-feira, 15 de junho de 2011

É AMOR OU NÃO?

-


Amor bom é aquele que não dói.
Aquele que não faz chorar nem sofrer.

Utopia?
Talvez.
Queres saber?

Sei lá, decida você. Uma garota uma vez me disse que 50 por cento do que eu dizia era mentira e os outros 50 ela não acreditava, logo, não vou tomar partido, mas se puderes escolher, é o amor sem medo, sem dúvidas que eu opto. Amor sem medir esforços, amor por inteiro e com gratidão que é o mesmo que se colocar no lugar do outro para saber quanto mal faz ao peito palavras digeridas pelos tímpanos.

Amor por igualdade de sentimento e não por igualdade de personalidade, pois nenhum ser é igual ao outro em unanime aspecto, a divergência é tão comum quanto amor não correspondido, ou você acha que comédias românticas fariam sucesso se todo amor fosse contemplado.
Músicas românticas nada têm a ver com felicidade.
O Wando só ganhava calcinhas por que suas donas eram solteiras rejeitadas.
Dito isso, chego à conclusão que datas comemorativas como dia das mães, pais, dia das crianças, natal e ano novo, todas essas datas são de fato para comemorar o consumismo, mas nenhuma dessas causam tão mal as pessoas quanto o dia dos namorados, explico:

Por haver menos casais que solteiros esse dia que era para ser comemorado é mais lamentado que a própria páscoa que simboliza a morte de Jesus Cristo.
Veja como as pessoas valorizam mais suas relações que seus pecados. Toda a semana que antecedeu o 12 de junho eu vi e ouvi reclamações de todos os tipos, ouvi mais lamentações que declarações de amor e isso só prova a minha teoria do Wando.

Numa dessas lamentações havia um grande amigo meu que me espantou ao fazer coro com os solteiros, afinal dentre todos os amigos este era disparado o que tinha mais asco de relacionamentos sérios e dentre todos os amigos era o que conseguiu beijar mais bocas em tão curto espaço de tempo. O que havia acontecido então com o diabo para quere ser pregado na cruz?
O Amigo então explica: - nunca houve sequer um momento que eu tenha desistido de encontrar um amor, a questão é que as mulheres na busca por sua independência que nos dias de hoje já é uma realidade não percebem que se tornaram tudo aquilo que criticavam. Tornaram-se os homens que tanto se esforçaram para expelir de suas vidas.
Então em forma de protesto eu passarei o dia dos namorados sozinho, numa luta em vão, mas com o intuito de fazer com que resgatem aquilo que as diferenciavam de nós homens que era sua feminilidade, se enganou quem pensou que era o pênis. Enquanto houver mulheres que acham que o funk é a nova bossa nova, enquanto houver mulheres que preferem desvendar seu corpo ao invés de deixar que o homem o faça, e enquanto houver mulheres que preferem não acreditar no amor e em sua eternidade. E enquanto houver mulheres que achem que só o amor não basta, não vale a pena se entregar de corpo e alma numa relação. É como ver um filme sabendo do final.

Meu espanto foi saber que eu tão observador não reparei que O Amigo tão próximo tinha se tornado um ex cafajeste, que como um ex presidiário busca a salvação na religião, neste caso o cafajeste busca no amor.

Bento.

-

3 comentários:

Gabi Linus disse...

http://panicopsicotico.blogspot.com/2011/06/selo-sunshine-award.html

indiquei um selo pro seu blog.
lol

faby disse...

Desculpa meu amigooo Chico do Bento eu nao entendi nada... você passou o dia dos namorados solteiro em protesto??? meu usa umas palavras mais simples para que eu possa entender o seus versinhos.. obrigada

J. BRUNO disse...

Olá, acho que ainda não terminamos a discussão sobre o Los Hermanos lá no face, desculpe se estou sendo chato rsrsrsr

Então, eu concordo com vários aspectos de seu texto, penso que que na verdade o que todos querem é a 'sorte do amor tranquilo com sabor de fruta mordida', mas enquanto não o encontram, ficam como cegos às palpadelas.. Eu também lamento que algumas mulheres, no afã feminista, tenha acabado se tornando aquilo contro o que sempre lutaram...

Dá uma olhada depois neste post que escrevi sobre o show dos Hermanos em BH: http://sublimeirrealidade.blogspot.com.br/2012/05/los-hermanos-turne-de-15-anos-bh.html