sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

SIMPLIFICANDO O POSSÍVEL

-


Numa conversa familiar entre homens estávamos falando sobre a juventude carnavalesca de hoje, sexualmente falando.
E percebi que eu defendia, claro, o lado da liberdade e da libertinagem, mas me dei conta que eu mesmo não era praticante do alvo de minha própria defesa, não mais, não mais porquê, porquê, porquê... Porque carnaval todos os dias do ano perde toda a graça. Porque depois de algum tempo as fantasias perdem a originalidade, as plumas de pavão vão perdendo o brilho e todo folião esgota-se de cansaço e mesmo o mais festeiro sente saudades da rotina do escritório-casa e casa-escritório.

Hoje eu dou mais valor a simplicidade da serenata.


Bento.

-

2 comentários:

José María Souza Costa disse...

CONVITE

Primeiro, eu vim ler o seu blogue.
Agora, estou lhe convidando a visitar o meu, e se possivel seguirmos juntos por eles. O meu blogue, é muito simples. Mas, leve e dinamico. palpitamos sobre quase tudo, diversificamos as idéias. mas, o que vale mesmo, é a amizade que fizermos.
Estarei grato, esperando VOCÊ, lá.
Abraços do
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

O SENHOR DO TEMPO disse...

OLÁ..COMO DISSE VIM O VISITAR
GOSTEI MUITO DE VOSSO BLOG
DO CONTEÚDO E DA ESTRUTURA
VIREI MAIS VEZES

GRANDE ABRAÇO

BRUNO