domingo, 6 de fevereiro de 2011

S de Só.

-

Mais um dia no sentido contrario
Sentindo-se mais um nicho de bajulação
Ombro a ombro sem sentir seu manifesto
Sinto meu capricho cheio de contradição
Beijo meu desejo todo dia quando acordo
Quando eu olho no relógio já é tarde pra acordar
Sinto o ar me sufocar só mais um gole faz sentido
Há mais amor na solidão do que se possa imaginar

Basta um pingo de amarelo pra tornar o branco bege
Basta um espelho para termos companhia o dia inteiro
Minha auto-suficiência já é tão natural
Quanto sua incapacidade de me tornar plural.

Bento.

-

3 comentários:

Fabricante de sonhos disse...

"Há mais amor na solidão do que se possa imaginar..."

vou me olhar no espelho o dia todo apartir de agora, para ter uma companhia agradável :)

lindo, como sempre.

um beijo!

Bento Qasual disse...

É bem melhor quando não precisamos de espelhos...

Mayara Dantas disse...

O ruim é quando só temos o espelho mesmo ...