sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

TUDO ISSO É SÓ VOCÊ

-


Sabe aquela alegria ao acordar uma hora mais cedo do necessário de manhã? É você.
Sabe aquela dançinha improvisada depois que você desliga o telefone? É você.
Sabe aquele sorriso bobo depois de fazer uma arte? É você.
E aquele caroço de feijão que o gato levou brincando até o canteiro de terra e a natureza se encarregou de dar vida a ele? Esse também é você.

Sabe aquela fotografia que toma minutos incontáveis da nossa atenção? É você garota.
E aquele beijo de despedida que era para durar dois segundos e acaba se transformando em vários beijos e puxões? É você, fato!
Aquele cheiro de chuva que dá vontade de cama e chocolate quente? É você também.
E quando acorda atrasado para ir trabalhar e descobre que é domingo? Evidente que é você.

Sabe quando achamos uma nota perdida no bolso da calça? É você.
Aquele gol de desempate aos quarenta e oito minutos do segundo tempo a favor do seu time do coração que faz gritar até engasgar? Esse é você.
Quando a joaninha pousa em seu ombro e você deseja que ela não saia de lá por um bom tempo? É você.
Sabe quando você descobre um chocolate no fundo da bolsa? Claro que é você.
E quando a rádio toca aquela música que você adora? É você.

Quando descobrimos uma latinha de cerveja escondida no fundo da prateleira da geladeira, atrás da margarina? É você.
Aquele casal de velhinhos ainda apaixonados no banco da praça e você se pergunta se será assim com conosco? É você com certeza.
Sabe aquele cheiro de café fresco que vem da casa do vizinho? É você sim.

Quando você entra na sala do cinema e descobre que a poltrona do meio, na última fila, está vaga? É você.
E quando chega a hora de voltar para casa depois de um dia inteiro de trabalho e sabe que a pessoa dos seus sonhos esta te esperando para perguntar como foi seu dia? Esse sou eu.


Bento.

-

3 comentários:

Th. (Fabricante de sonhos) disse...

As palavras parecem sorrir quando você as coloca nas posições relativas.

Bento Qasual disse...

Bondade sua... rs Obrigado!

Dessá.. disse...

Simplismente Magnifico. Um texto não monótono, e super gostoso de ler! adorei.